WEB TV CATÓLICA REDE SÉCULO 21

ORAÇÃO DA SANTA COMUNHÃO

Creio, Senhor e confesso, que em verdade Tu És Cristo, Filho de Deus vivo e que vieste ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o primeiro. Creio ainda que este é o Teu Puríssimo Corpo e que este é o Teu próprio precioso Sangue. Suplico-Te, pois, tem misericórdia de mim e perdoa-me as minhas faltas voluntárias e involuntárias, que cometi por palavras ou ações, com conhecimento ou por ignorância, e concede-me sem condenação receber Teus puríssimos Mistérios para remissão dos pecados e para a vida eterna. Da Tua Ceia Mística, aceita-me hoje como participante, ó Filho de Deus; pois não revelarei o Teu Mistério aos Teus inimigos, nem Te darei o beijo como Judas, mas como o ladrão me confesso: lembra-Te de mim, Senhor, no Teu Reino, Que não seja para meu juízo ou condenação, a recepção de Teus Santos Mistérios, Senhor, mas para a cura do corpo e da alma. Amém!

07/08/2016

Papa Francisco: Sirvamos aos outros, enquanto esperamos o encontro final com Deus


VATICANO, 07 Ago. 16 / 11:55 am (ACI).- Em suas palavras antes da oração do Ângelus, ante fiéis e peregrinos reunidos na Praça de São Pedro, o Papa Francisco exortou a preparar-nos para o encontro final com o Senhor, servindo aos outros e rechaçando a injustiça.
Para participar no "dia luminoso da eternidade", disse o Santo Padre, é necessário "não adormecer, esperar com fé o Senhor, manter-se pronto, em atitude de serviço".
Refletindo acerca do Evangelho de hoje, Francisco disse que "Jesus fala aos discípulos da atitude a assumir com vista no encontro final com Ele, e explica como a espera para este encontro deve conduzir uma vida rica de boas obras."
"É um convite a dar valor à esmola como obra de misericórdia, a não colocar confiança nos bens efêmeros, a usar as coisas sem apego e egoísmo, segundo a lógica de Deus, a lógica da atenção aos outros, lógica do amor ".
O Senhor, o Papa disse: "está presente a cada dia, bate na porta do nosso coração. E será abençoado quem abrir esta porta, porque receberá uma grande recompensa: o próprio Senhor será o servo dos seus servos ".
“É algo que já acontece aqui na terra, no serviço aos outros e na Eucaristia, onde somos nutridos com a sua Palavra e seu corpo”.
O Santo Padre sublinhou que "o discípulo é aquele que espera para o Senhor e o seu Reino" e os encorajou a rejeitar "tantas injustiças, violências e maldades cotidianas nascem da ideia de nos comportarmos como patrões da vida dos outros."
"Jesus recorda-nos hoje que a espera das beatitudes eternas não nos dispensa do empenho em tornar mais justo e habitável este mundo", disse o Pontífice.
"Precisamente esta nossa esperança de possuir o Reino da eternidade nos leva a agir de modo a melhorar as condições de vida terrena, especialmente dos irmãos mais fracos."
Ao terminar, Francisco pediu: “Que a Virgem Maria nos ajude a ser pessoas e comunidades não achatadas sobre o presente, ou, pior ainda nostálgicas do passado, mas projetadas em direção ao futuro de Deus, em direção ao encontro com Ele, nossa vida e nossa esperança".

Nenhum comentário:

Chegada do Papa Francisco a Cracóvia para a JMJ

PREVISÃO DE TEMPO